sábado, 12 de junho de 2010

ORIGEM DO DIA DOS NAMORADOS



MEU ETERNO NAMORADO


EM SONHOS VOCÊ VEM...ATRAVÉS DE UMA SUAVE NÉVOA..
A MEIA LUZ...TE ESPERO SEM MEDO...
O TEU ACALENTO A ME ENTORPECER...

O TEMPO PARÁ...EM QUALQUER LUGAR ...ESTAMOS A SÓS ..SÓ EU E VOCÊ..
A MÁGIA DO SONHO....FAZ-ME ...SENTIR BEM E FELIZ ...POIS VOCÊ ESTÁ
JUNTO A MIM....

E EM QUALQUER LUGAR NO TEMPO....EM QUALQUER LUGAR DO ESPAÇO...
ESTOU EU A DELEITAR-ME E COMPARTILHAR..SOB A PRESENÇA DO MAR..
DA LUA, DAS ESTRELAS DO CÉU E DE TODO O COSMO COM VOCÊ....
MEU DOCE.. ETERNO ...E AMADO NAMORADO ...QUE EM MEUS SONHOS ESTÁS....


BY LADY RUDGEN



O Dia dos Namorados ou Dia de São Valentin é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais sendo é comum a troca de cartões e presentes com simbolismo de mesmo intuito, tais como as tradicionais caixas de bombons. No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho. Em Portugal também acontecia o mesmo até há poucos anos, mas actualmente é mais comum a data ser celebrada a 14 de fevereiro







História


A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum já tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.


O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador CláudioII, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.


Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens davam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.


Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pan (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.


Outra versão diz que no sec XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o Valentine's Day. E na idade média dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta da amada.


O dia é hoje muito associado com a troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um Cupido com asas. Iniciada no sec.XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa. Estima-se que, mundo afora, aproximadamente um bilhão de cartões com mensagens românticas são mandados a cada ano, tornando esse dia um dos mais lucrativos do ano. Também se estima que as mulheres comprem aproximadamente 85% de todos os presentes no Brasil.


O dia de São Valentim era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo-saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países.






No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho por ser véspera do 23 de junho, Dia de Santo Antônio, santo português com tradição de casamenteiro, provavelmente devido suas pregações a respeito da importância da união familiar que era combatida pela heresia da época chamada Catarismo. O casamento - em queda na Idade Média - gerava filhos que a seita catara condenava pois para esta o mundo era intrinsecamente mau pois, ao invés de ter sido criado por um Deus bom, teria sido criado por um Deus mau.


A data provavelmente surgiu no comércio paulista quando o publicitário João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes e depois foi assumida por todo o comércio brasileiro para reproduzir o mesmo efeito do Dia de São Valentin, equivalente nos países do hemisfério norte, para incentivar a troca de presentes entre os apaixonados.






ORIGEM NOS ESTADOS UNIDOS






Versões sobre a origem do Dia dos Namorados não faltam, baseadas nas tradições cristã, romana e pagã. O mesmo ocorre quanto às datas. Nos Estados Unidos comemora-se em 14 de fevereiro (Valentine's Day), no Brasil em 12 de junho e no Japão em duas oportunidades - 14 de fevereiro, oportunidade que as mulheres presenteiam seus parceiros, e 14 de março, quando os homens retribuem.






A origem mais difundida sobre o Dia dos Namorados é baseada na história do sacerdote Valentin, por isso a data é conhecida como Valentine’s Day. No século III, em Roma, o sacerdote foi preso, torturado e decapitado porque realizava casamentos às escondidas, desobedecendo ao imperador Claudio II que proibia a união de jovens para evitar a perda de bons soldados. Para os romanos, a data é uma homenagem aos deuses Juno e Lupercus, conhecidos como protetores dos casais. Na versão pagã, 14 de fevereiro é o Dia dos Namorados porque é o início da época do acasalamento das aves...


O dia dos Namorados ...nos EUA. ou VALENTINES'S DAY..é comemorado não só pelos namorados ..mas por


amigos ...e parentes ...que trocam lembrancinhas ..tais como doces especialmente chocolates e cartões de amizade ..é a época que os Correios de lá tem muito trabalho


para entregar as correspondências .......






FELIZ DIA DOS NAMORADOS .......!!!!







Um comentário:

  1. MUITO ROMÂNTICO MESMO... É UM ANSEIO NATURAL DO SER HUMANO SE COMPLEMENTAR COM UM SER SEMELHANTE, QUE REPRESENTA NOSSO ESPELHO E ONDE PODEMOS VER NOSSO LADO LUZ...
    NINGUÉM É UMA ILHA, PORQUE A INTEGRAÇÃO FAZ PARTE NÃO SOMENTE DOS INSTINTOS, MAS DA NATUREZA DIVINA...

    ResponderExcluir